Como lidar com diferentes tipos de inteligência em sala de aula?

Assim, algumas pessoas – no caso, bailarinos – podem apresentar bem desenvolvida a sua inteligência espacial, enquanto outras, a inteligência cinestésica/corporal, a inteligência musical, a inteligência linguística, e assim por diante... Ou seja, alguns bailarinos compreendem e executam melhor uma informação pelo toque, outros pela música, outros por metáforas, outros por elementos do espaço, dentre outras possibilidades... Tudo depende de sua história de aprendizagem, bem como de algumas de suas características pessoais.

Mas, a pergunta que não quer calar: como estimular os diferentes tipos de inteligência em sala de aula?

Para começar, entenda que existem múltiplas inteligências e identifique as que estão mais presentes e também em falta na sua sala de aula. A partir daí, divida momentos da aula em que cada uma é a predominante. As estratégias podem ser diversas, a depender da criatividade, conhecimento e recursos do professor.

Por exemplo, se o foco do exercício é estimular a inteligência musical dos alunos, pode ser feito um estudo sobre diferentes ritmos, contrastando entre os ritmos mais rápidos e os mais vagarosos, e que inclua os alunos baterem palmas ou andarem pela sala acompanhando as marcações dos ritmos. Também, pode haver um momento de simples apreciação de músicas, sem se preocupar com sequências pré-definidas.

O mesmo vale para os demais tipos de inteligência: conheça-as, identifique-as e busque estratégias para estimular mais cada uma delas em diferentes momentos.

Este trabalho global proporciona um maior equilíbrio ao bailarino, à sua dança e à turma, bem como extrapola o ambiente da dança e estimula diferentes tipos de inteligência também em outros contextos, como na escola regular, esportes e atividades comuns do dia-a-dia, por exemplo.

Recentemente, uma professora de ballet compartilhou comigo sua observação em relação a uma aluna que apresentava ótimo desempenho técnico, porém, os passos eram acelerados, não acompanhando o ritmo da música. Logo, o assunto sobre os diferentes tipos de inteligência surgiu, bem como as possíveis formas de estimulá-los em sala de aula.

Quando se fala em "inteligência", é importante enfatizar que esta não se refere meramente a algo interno, inato e imutável do ser humano. Mas, diz-se sobre uma relação  entre a forma de responder de uma pessoa e partes do ambiente a sua volta. Isto quer dizer que: a inteligência pode ser aprendida.

A aprendizagem corresponde a uma mudança duradoura no modo como uma pessoa responde a parcelas relevantes do mundo. Para que ela ocorra, é preciso que arranjos ambientais estimulem essa mudança de resposta. Escolas e professores dedicam-se, justamente, a explorar esses novos arranjos e estimular a aprendizagem, que logo transforma-se em "inteligência".

Para você, professor(a): Quais os diferentes tipos de inteligência presentes na sua sala de aula? Como você os estimula no seu ensino? Quais novos arranjos e estratégias você poderia usar? Quais já funcionam?

Para você, bailarino(a): Qual tipo de inteligência você apresenta mais desenvolvida e sempre se sente mais confortável quando ela é a predominante no exercício? Como você aprende mais fácil? Qual tipo de inteligência ainda precisa desenvolver mais? Que tal fazer aulas voltadas a esse tipo de inteligência ou incluir exercícios que a estimulem nos seus treinos e ensaios?

A mensagem mais importante é que: a inteligência está na nossa relação com o ambiente e sempre pode ser desenvolvida.

Referências:

Lopes, M. C. (2017). Psicologia da dança: um e-book sobre a história da psicologia da dança na ciência e na prática. Maria Cristina Lopes, Rio de Janeiro.

Moreira, M. B.; & Hanna, E. S. (2013). Bases filosóficas e noção de ciência em análise do comportamento. In: Hubner, M. M. C.; & Moreira, M. B. (Org.). Temas clássicos da psicologia sob a ótica da análise do comportamento. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, p. 1-19.

Giovanna Xavier. Psicóloga Mestre, bailarina e professora de dança do ventre. giovannaxavierpsicologa@hotmail.com \ +55 67 981765572