Maria Cristina Lopes Quando a mente está leve a dança flui Psicologia da dança

"A psicologia pode ajudar o universo da dança promovendo bem-estar, melhora de rendimento e de aprendizagem e muito mais!"

Psicologia da dança

Sou psicóloga, formada em pela PUC-Rio, mestre em psicologia do desenvolvimento pela Universidade de Coimbra e defensora da psicologia da dança. Acredito no poder da psicologia da dança para levar saúde e melhora de desempenho, emoções e aprendizagem para a dança. Trabalho com bailarinos, escolas de dança e professores de dança desde 2013. Desenvolvi o primeiro curso de psicologia da dança do Brasil. Te convido para conhecer mais sobre o universo da psicologia da dança no blog.

A psicologia da dança é uma terapia de dança?

Não. A psicologia da dança não utiliza técnicas de dança ou terapia de dança. Podemos sim, estudar o efeito destas técnicas em populações específicas. Lembre-se: a psicologia da dança é uma área da psicologia – e não da dança. Isso significa que as técnicas e conceitos serão extraídos da psicologia enquanto ciência. Quem deseja se formar em técnicas de terapias de dança (como dança movimento terapia, biodanza, etc.) pode fazê-lo através de cursos de formações específicos nestas técnicas.

Psicologia da dança é um termo de origem inglesa, especificamente dos termos dance psychology (Lovatt, 2013) e psychology of dance (Taylor & Taylor, 1995). A psicologia da dança é a área científica e de atuação da psicologia no contexto da dança. Esta área não é puramente a psicologia aplicada à dança, afinal, há conhecimentos da psicologia que devem ser revistos e estudados para compreender sua aplicação e os dados específicos em um novo contexto: a dança.

O que é a psicologia da dança?


A psicologia da dança é uma área de estudo e atuação da psicologia que se dedica à dança. Ela pode ajudar dançarinos a lidarem melhor com suas emoções em audições, apresentações e na sua rotina diária de aulas e ensaios, além de possibilitar o treino de aspectos psicológicos, como a memória, a atenção e outros para melhorar o desempenho buscando atingir a excelência.


A psicologia da dança também ajuda professores a lidar com diferentes perfis de turmas e alunos em aspectos envolvidos com o processo de aprendizagem de dança, como comportamentos, ensino, emoções, entre muitos outros. 


Além de ajudar professores e dançarinos a psicologia da dança também ajuda escolas de dança e companhias com aspectos institucionais.

Maria Cristina Lopes